quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Investigações comprovam: Maria do Rosário é braço político do Crime Organizado

Suzane Von Richthofen e Maria do Rosário 

O que antes era uma suspeita, está comprovado; Maria do Rosário, Relações Públicas do Crime, não por ideologia, mas por conveniência e cumprimento de acordos.
Imoralidade profana, atentado contra a Segurança da População, mas no País da Inversão de Valores, estritamente dentro da legalidade.
Pra facilitar compreensão seremos didáticos.
Legal depende do não infringir Leis. Pode-se discutir moralidade ou mudança de Leis vigentes, mas enquanto prevalecerem, nada pode ser feito.
Após investigação ficou claro. Mundo do crime garante reeleições de Maria do Rosário, sendo a maioria de seus votos, vindos desse nicho.
Hoje, se desejar, pode almejar o Senado, com certeza de ser eleita.
Explica-se:
Pelas Leis Brasileiras, apenado perde apenas o Direito de Liberdade, estando outros garantidos, sob a responsabilidade do Estado de preservá-los.
Juridicamente falando, caso o preso, independente do crime cometido, se sinta lesado em seus Direitos, pode processar a União e exigir ressarcimento em todos os níveis, exceto reconquista á Liberdade.
Entre os Direitos preservados, condenados garantem a Cidadania e o acesso ao voto.
Maria do Rosário faz uso dessa "aberração legal" e troca favores. Dedica-se à defesa da categoria, sendo remunerada nas Urnas.
Comenta-se de outras vantagens, mas seria leviandade citá-las, por não haver como comprovar.
Levantamento criterioso não deixou dúvidas. Nos presídios gaúchos, ninguém bate Rita Cadilac e Maria do Rosário, na preferência da rapaziada.
Resta à sociedade lamentar e se tornar prisioneira em suas próprias casas. Não há o que fazer.
Quem legisla em causa própria e se beneficia das Leis, jamais irá trabalhar contra seus interesses.
Maria do Rosário é a mais explícita, defende o crime ao vivo e em cores sem medo de ser feliz, mas existem outros.
Quem acha que está ruim, prepare-se para o pior. Se essa "Esquerda Burguesa, as Zelites surgidas no Século XXI, depois da chegada de Lula à Brasilia", continuar dando as cartas, boa parte dos crimes serão descriminalizados; transgressão passível de condenação, só se colocando em risco a vida da vítima.
Roubo só será punido se comprovado uso de armas e dependendo dos valores subtraídos.
Nessa linha de raciocínio, crimes iguais arrastões ou se apossar de pertences com o uso da força física, se tornarão práticas legais.
Acordo não se resume apenas em proteger os Direitos dos Reclusos; estende-se em combater com veemência a Polícia eficiente e bem armada, o grande e declarado inimigo dos parceiros de causa.
Tá bom pra você?
Não pense que a vida da nobre parlamentar é tranquila. Ela ganha por produção, tem metas a cumprir e prestações de contas a serem dadas.
Patrão paga bem, mas é exigente, tendo muito tempo ocioso pra fiscalizar eficiência dos contratados.

2 comentários:

Julio Rebelato Neto disse...

Poxa vida, essa foto é uma montagem mal feita... não faça isso com sua página!

PARPMOVIES disse...

Parei na parte "condenados tem direito ao voto"! Detesto essa mulher, mas detesto mais ainda fazer esse papel de partilhar inverdades... Tem muito mais coisa verdadeira e séria pra se falar dessa mulher.
"Os presos que tiverem condenação criminal transitada em julgado (sem hipótese de recurso) não podem votar. No entanto, os presos provisórios que estão esperando uma decisão judicial mantêm o direito ao voto. As pessoas que perderam os direitos políticos não podem exercer o voto."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...